Sara Kulturhus em Skellefteå, Suécia

Um centro urbano na selva da natureza De volta às raízes

Um centro urbano próximo do Círculo Polar Ártico? Em Skellefteå, uma cidade no extremo norte da Suécia, um arranha-céus abriu as suas portas em setembro de 2021. Do 20º andar, os visitantes podem maravilhar-se com a vastidão sem limites das florestas e o arquipélago próximo no Mar Báltico. Skellefteå é famosa pelos seus arredores selvagens e intocados, a espetacular aurora boreal nos meses escuros de inverno e lagos e florestas pitorescos nas proximidades. Recentemente, um novo marco arquitetónico também foi inaugurado em Skellefteå.

Uma mistura de moderno e tradicional

Sara Kulturhus, batizado assim em homenagem à autora sueca Sara Lidman que cresceu aqui, está a causar agora um impacto duradouro no horizonte da cidade. Medindo 80 metros de altura, a estrutura de 20 andares é um dos edifícios de madeira mais altos do mundo. O centro abriga um teatro, um museu, uma galeria de arte, a biblioteca da cidade e um hotel moderno com 205 quartos, spa e restaurantes. A madeira usada na construção do edifício provém de florestas locais e foi processada em módulos de construção em Bygdsiljum, a apenas 60 quilómetros de Skellefteå. Com esta construção, a White Arkitekter (adjudicatária da obra após concurso internacional) alia-se à longa tradição de construção em madeira observada na região.

Reciclar é fixe

Ao mesmo tempo, os arquitetos e o município de Skellefteå também estão a dar o exemplo na Sara Kulturhus, com a sustentabilidade em grande destaque em todo o edifício. Entre outros aspetos, as tecnologias conectadas com eficiência energética desempenham um papel importante. Aqui no extremo norte, a luz solar também é usada como uma importante fonte de energia, com outros elementos, como bombas de aquecimento eficientes e baterias, garantindo que a energia seja manipulada com o máximo cuidado possível. O interior do centro também é económico e amigo do ambiente. Muitas peças de móveis antigos foram restaurados e tecidos e materiais antigos reutilizados para os móveis e acessórios, e até mesmo alguns lustres antigos ganharam uma nova vida em Sara Kulturhus.

O parceiro certo

A empresa de construção HENT, responsável pela gestão do projeto do centro cultural, contou com o apoio especializado da Geberit no que diz respeito às instalações sanitárias. A Geberit contribuiu para este edifício verde com uma ampla gama de produtos como o sistema de drenagem SuperTube, os sistemas de tubagens Mepla, as estruturas de instalação Duofix e com as louças sanitárias Ifö, produzidos na fábrica da Geberit em Bromölla na Suécia. A Geberit mostra repetidamente ser o parceiro certo para projetos sustentáveis no setor de arquitetura.

Imagens