Um centro cultural criado com arte Praça da Cultura de Changzhou, Changzhou (CN)

A Praça da Cultura de Changzhou enriquece a vida cultural desta megacidade chinesa. Além disso, a realização arquitetónica deste edifício extraordinário foi uma façanha.

Changzhou está localizada na costa leste da China, a 180 quilómetros e a poucas horas de carro de Xangai. A cidade tem 5,2 milhões de habitantes e é uma das metrópoles industriais mais importantes da região do Delta do Yangtzé.

Em Changzhou, o centro da cidade está a crescer e com ele a oferta cultural. Em 2020, a Praça da Cultura de Changzhou foi construída numa área de 17 hectares, o que equivale a mais de 23 campos de futebol. Juntamente com a vizinha Câmara Municipal e o Grande Teatro de Changzhou, a norte, o grande equipamento forma o novo centro da metrópole.

Seis em um

O edifício é o resultado de um concurso internacional convocado em 2012, no qual foi vencedor o projeto dos arquitetos alemães Gerkan, Marg and Partners (abreviado gmp). Foram criadas seis estruturas independentes idênticas, cada uma com 70x70 m de comprimento e com um buraco em dois dos lados. Como cogumelos, elevam-se 50 metros no ar.

Os arquitetos desenharam os módulos do edifício para que juntos formem uma só unidade. Mas de cada perspetiva, as suas fachadas arredondadas parecem diferentes. Um rio artificial serpenteia pelo parque e entre as secções do edifício. Uma escada cria uma ligação com as lojas e a estação de metro próxima, na cave.

Criou-se um espaço urbano coberto para eventos públicos no centro dos módulos do edifício. Mas a vida cultural também acontece no interior. Os seis módulos do edifício têm entrada própria e abrigam uma biblioteca, um hotel, museus e galerias de arte, além de escritórios e espaços comerciais.

Jogos de luz na fachada

A fachada deste projeto também é muito especial. A envolvente do edifício, de planta retangular, é constituída por uma fachada de pedra natural na qual foram instaladas ripas de alumínio na horizontal. Juntas, criam uma espécie de sombrinha. Uma fachada de vidro veste os lados curvos do edifício. As superfícies de pedra e vidro formam um contraste rítmico e colorido dependendo da luz do dia.

Drenagem de águas pluviais da Geberit

Os edifícios são constituídos por estruturas de aço. Os andares superiores também são usados para exposições. O sistema de drenagem de águas pluviais Geberit Pluvia foi instalado no telhado, que cobre um total de 28 000 metros quadrados a uma altura de 50 metros.

Dados

Galeria de imagens