Com o objectivo de disponibilizar-lhe um ótimo serviço, esta página de internet utiliza cookies. Ao visitar a nossa página de internet, expressa o seu consentimento para esta característica. Para mais informações consulte, por favor, a nossa Declaração de privacidade de dados.

OK

Projeto social nas Ilhas Salomão

Ilha Guadalcanal

As Ilhas Salomão, uma nação insular no sudoeste do Pacífico, a leste da Nova Guiné e a três horas de vôo de Brisbane, na Austrália, é um dos países mais pobres da Oceânia. Isto deve-se, em parte, aos conflitos étnicos, durante os quais as infraestruturas deste país foram destruídas em grande parte, mais recentemente, em 1998. A maioria da população indígena das Ilhas Salomão vive uma vida simples, sem rede de distribuição de água potável ou de eletricidade.

Em 2009 a Geberit financiou na íntegra dois subprojectos, realizando-os em cooperação com a agência de ajuda internacional ADRA e com o apoio de Mike Horn e da sua equipa Pangaea.

Numa escola primária, localizada perto do mar (babaca Vila School), na ilha de Guadalcanal foram instalados novas casas de banho, com sanitas e chuveiros, uma nova rede de sistema de distribuição de água potável, com uma bomba, tubagens e tanques de água, e ainda dois quilómetros de tubagens de água potável. No hospital, mais para o interior (Nova Tenabuti Clínica), foi construída uma casa de banho com 4 sanitas - com descargas, de acordo com as condições locais - bem como dois chuveiros e um novo tanque para tratamento de águas residuais.

Os moradores da aldeia, os funcionários do hospital e os alunos receberam informações e formação básica sobre a higiene e o consumo de água. Além disso, foi criada uma comissão de água e saúde para controlar e garantir a sustentabilidade.